quarta-feira, 30 de maio de 2007

Arrotar coca-cola alheia


Prática comum nas organizações e empresas onde um indivíduo, normalmente com uma soma de raciocínio superficial, poucos escrúpulos e um excelente marketing pessoal, assume os créditos (e os louros) pelo trabalho de outrem. Altamente recomendável para quem quer alcançar rapidamente os níveis de média gerência (onde sua mediocridade tornar-se-á patente, mas isso é uma outra história).

quarta-feira, 23 de maio de 2007


Pessoalmente, adorei “à procura da felicidade”. Principalmente por que apesar de ser um filme “de mensagem” é também um bom cinema. Fugindo um pouco das lições mais óbvias, como perseverança, tem uma frase no fim do filme que é muito interessante pras “pretensões” desse blog.

Quando, depois de comer o pão que o diabo amassou, o protagonista (vivido por will smith – e sim, o cara é surpreendentemente capaz de atuar) vai pra última entrevista e é informado que a vaga é sua, o entrevistador fala pra ele: “Me diga uma coisa, foi tão fácil quanto você fez parecer?”.

O filme é baseado em fatos reais, e como é um filme pra chorar, o cara passa por tudo quanto é barra pesada, até ter de dormir escondido no banheiro da estação de metrô com o filho pequeno. Mas, PARA OS POSSÍVEIS EMPREGADORES, ele nunca passou, seja de modo verbal ou não-verbal, outra imagem a não ser a de que tudo estava perfeito e de que ele era a pessoa certa a ser escolhida pra vaga, por que era o mais competente.

Nada de implorar, ou parecer esmagado pela vida – por mais que seja exatamente isso que se esteja passando. Recrutadores (e falo isso como um) só tem um QI dois pontos acima das amebas e samambaias. Eles não vão perceber as incríveis competências do candidato por baixo de todo aquele “derrotismo” – mesmo que esse derrotismo não seja nada além da depressão natural de se estar sem dinheiro, ter perdido a esposa, não ter onde morar e nem como alimentar seu filho.

O candidato não deve implorar à empresa, ou melhor, não deve dar essa impressão, nunca (mesmo que seja exatamente isso que ele ta fazendo o tempo todo por dentro).

quarta-feira, 16 de maio de 2007


Tá criado, depois eu posto de verdade